03 outubro 2009

RAPIDINHAS DA SEMANA

Aos que gostam de versos, estes são para ler e pensar:

 Era briluz. As lesmolisas touvas
Roldavam e relviam nos gramilvos
Estavam mimsicais as pintalouvas
E os momirratos davam grilvos.

 Entendeu alguma coisa? Nem o autor. Trata-se apenas de uma brincadeira atribuída ao poeta Augusto de Campos, que traduziu outra brincadeira: os versos do inglês Lewis Carroll, no poema em que insere palavras inventadas, para construir um texto de bonita sonoridade, mas impossível de ser compreendido. O poema ficou conhecido como Jabberwocky. Roberto Pompeu mencionou tudo isso em seu artigo na revista Veja para falar do Hino Nacional, com sua letra bonita, sonora e tão extensa quanto complexa, onde Vanusa tropeçou, atravessou e se perdeu solenemente, em recente evento na Assembléia Legislativa de São Paulo.

 Para mexer com as recordações, um vídeo que revive momento raro dos anos 60. Sacha Distel e a poderosa delicadeza de Mirreille Mathieu, início de carreira, nas notas envolventes de Francis Lai: trilha musical do filme Um homem e uma mulher. Relíquia.

Fico por aqui, pois esta foi uma semana de poucas palavras e muita tristeza. Na comunidade "Cinquentões de Lins", deparei-me com outras perdas, que prolongam o luto já iniciado semanas antes. Partiram agora a professora Maria Bernadeth, a Berna, e José Vitor de Mauro, filho da Professora Leonor. Condolências aos familiares.
.



Nenhum comentário: