27 outubro 2015

SENTIDOS


Há poesia numa folha seca,
Há música no zumbir da abelha,
No bater de asas de um pássaro.
Há poesia no fogão de lenha
Que aquece lembranças tão antigas...
Há música na brisa da tardinha,
E no rolar das pedras no riacho,
Como nas teclas altas do piano.
A natureza toda é sinfonia
Entre ventos, árvores, trinados,
Arrulhos de pombos,
Revoada de andorinhas
Nas manhãs de abril, tão cálidas.
Há calor na mãos que acariciam
O rosto dos amantes, como seda.
Há poesia em seus olhos quando vêem
Belezas que só a eles se revelam.
E nesta sinfonia de sentidos,
Sabores, devaneios e emoção
Está toda a beleza pra quem sabe
Que tudo ao redor tem nova cor
Quando o amor nos chega ao coração.

(escrito por Rosângela Maria Halfeld Bonicontro)


Nenhum comentário: