27 maio 2012

SÓ O BRASIL SABE COMO DETER A CHINA


Em 2011, o governo da China inaugurou a ponte da baía de Jiaodhou (imagem acima), que liga o porto de Qingdao à ilha de Huangdao. Construído em quatro anos, o colosso sobre o mar tem 42 quilômetros de extensão e custou o equivalente a R$2,4 bilhões. 
Na mesma época, foi anunciado o projeto da nova ponte sobre o Rio Guaíba, em Porto Alegre. O jornal  Zero Hora aproveitou a coincidência para produzir uma matéria que faz uma comparação detalhada de custos e cronograma das duas obras.
Confiado ao Ministério dos Transportes, o colosso sobre o rio Guaíba deverá ficar pronto em quatro anos. Com 2,9 quilômetros de extensão, vai engolir R$ 1,16 bilhão. Intrigado, o matemático gaúcho Gilberto Flach resolveu estabelecer algumas comparações entre a ponte do Guaíba e a chinesa. Os números mostram que, se o Guaíba ficasse na China, a obra seria concluída em 102 dias, ao preço de R$ 170 milhões. Se a baía de Jiadhou ficasse no Brasil, a ponte não teria prazo para terminar e seria calculada em trilhões. 
O jornal ainda vai mais longe: "Como o Ministério dos Transportes está arrendado ao PR, financiado por propinas, barganhas e permutas ilegais, o País do Carnaval abrigaria o partido mais rico do mundo".
Resumindo: se algumas grandes obras públicas na China fossem tocadas segundo "padrões" do setor público brasileiro, o desenvolvimento da China deixaria de ser uma realidade para se tornar eterna promessa de campanha ou mera estatística maquiada... 
Compare os números (lembrando que a ponte da China é quase 15 vezes maior do que a gaúcha):