01 dezembro 2009

MENSALÃO

O festival de acusações e denúncias segue animadíssimo na política local, em Brasília, provavelmente aquecido por adversários políticos de olho nas cadeiras do poder e por páginas sensacionalistas.

Com tantas manchetes bombásticas, uma talentosa amiga deste Blog assiste ao primeiro telejornal da manhã e, sob o impacto das notícias, passa a mão na caneta e transforma em versos sua indignação: 

MENSALÃO

Não tem jeito:
É da natureza
Do humano ser:
— Uns são éticos;
Outros, patéticos...

Dizem por aí
Que na caverna de Platão
(E de muito antes dele
— Desde sempre, então)
Para perto ficar
Do bom fogo vital
Já era preciso algo dar
Ao troglodita maioral...

Cuecas, meias, sutiãs
Carregam preciosidades:
De botões do Armarinho
A muitos dólares de colarinho...

Não tem jeito:
— Alguns tão éticos
E tantos patéticos...

(Escrito por Dra. Sônia Maria Friedrich, de Brasília.)

Nenhum comentário: