18 maio 2007

RAPIDINHAS DA SEMANA

.
Mais aniversários nesta semana: Daniel, um netinho querido deste vovô meio desligado! Parabéns pelo aniversário, mocinho!! Te amo muito! Também aniversariou Maria Luiza, a Malu, de Sto. Antonio da Platina. Abraço carinhoso a essa menina que não vejo pessoalmente há décadas, mas se faz presente na internet !

Para mim, a semana passou depressa. Uma noite mal-dormida, depois de um pedaço de pizza gordurosa e alguns chopes. Não gostei nem um pouco disso, até porque aconteceu a mesma coisa duas semanas antes... Pra mim não é normal, já que sempre fiz isso sem nenhum problema digestivo.

Medo de ficar doente? Tenho, é claro (e quem não tem?). Então, médico urgente!! Por sorte, conheci um excelente especialista em sistema digestivo (gastro e fígado). Pra quem mora no DF, anote a informação: Dr. Alexandre Fontoura Bezerra, que atende em uma clínica no Hospital S. Braz, outra clínica no Edif. Via Brasil (710 Sul) e outra no Ed. Multiclínicas, na asa norte. Fiz tudo que se recomenda (aliás, refiz): exame clínico, ultrassom de abdome alto e exame de sangue completo, incluindo as avaliações que indicam a função hepática. Ufa, que alívio!! Aprovado em todos, com o fígado intacto. Agora, vamos ver as recomendações do médico. Talvez uma trégua etílica para dar tempo de o organismo eliminar alguma sobrecarga tóxica. Ou seja, fim de semana bem sóbrio, rss...

Aos que costumam maltratar o fígado (mais de 50 ml de álcool por dia, o que equivale a mais ou menos três latas de cerveja), a recomendação dos especialistas é repetir esses exames anualmente: exame clínico, ultrassom do abdome alto incluindo o dopper colorido e exame de sangue que avalie funções hepáticas (níveis de GGT, TGO, TGP e alguns outros correlatos). Por que essas preocupações? Ora, meu amigo. Fígado não dói nem fica avisando que vai enferrujar. Geralmente, quando dá sinais eloqüentes, já está comprometido, com cirrose ou outras coisas irreversíveis. Não dá pra brincar com isso!

Se você pensa que estou aqui pra falar de doença, enganou-se. Estou falando de saúde. E por ser ligado nesses papos de saúde e prevenção, achei importante ter o endereço de um site que procura orientar sobre aquilo que pode afetar os alimentos durante sua preparação e conservação. Acredite: muito mais coisas do que mãos sujas podem interferir na higiene dos nossos alimentos. O site chama-se “Higiene dos Alimentos” e responde a centenas de perguntas, dando orientação sobre como não comer fungos, bactérias, microorganismos nocivos e material perigoso, como metais pesados liberados pelos utensílios domésticos.
Clique aqui para acessar.

Um alô especial para Luiza, mais distante que nunca, curtindo as opções e a qualidade de vida do EUA. Obrigado pelo arquivo com os belíssimos fractais. Alguns deles postei aqui, nesta semana (formas geométricas com flores, aí logo abaixo).

Um agradecimento à Virgínia e ao Zecão, seu marido, assim carinhosamente chamado desde os tempos em que éramos vizinhos de guichê, na dureza do trabalho bancário na era pré-computador. Eles rodaram o Centro-Oeste, ralaram muito e agora estão no MS, ele em clima de final de carreira e ela já na boa vida.

Apito final também na brilhante carreira de Júlio Cesar Furlan, outro colega da difícil era pré-computador no interior de São Paulo (Valparaiso). Vi esse garoto entrando na agência para o seu primeiro dia de trabalho. Ralamos juntos, na mesma agência, e somos contemporâneos na carreira. Trinta e um anos depois, agora ele pendura as chuteiras merecidamente, Valeu, garoto!! Agora poderá dedicar-se um pouco mais à família, à própria saúde, ao lazer e, provavelmente, à fraternidade. Ah, sem esquecer de um tempinho para os amigos, né? Dê notícias e apareça por aqui.

Finalmente, um abraço carinhoso ao meus sobrinhos Flávio Roberto, Flávio Alexandre e Fernanda, extensivo à Márcia, mãe dos três, que viveram momentos de abalo e dor nesta semana. Deus os proteja e os ilumine.


Ótimo fim de semana a todos!
.

Nenhum comentário: