18 janeiro 2007

GOSTO E RECOMENDO: SÉRGIO ANTUNES

.
Amigos, hoje tive a grata surpresa de conhecer o site de uma pessoa brilhante! Escritor, advogado e poeta bem referido por gente como Mário Prata (no livro Minhas mulheres e meus homens).

Minha satisfação foi ainda maior porque conheci o Sérgio Antunes pessoalmente nos anos 70, na minha cidade natal, onde ele morava. Eu era repórter e não foram poucas as vezes em que eu o entrevistei, ora pela sua atuação de advogado em causas de repercussão pública, ora como dirigente do glorioso Clube Atlético Linense ou até como finalista de festivais de música em S. Paulo.

Bem, hoje descobri o site, entrei lá e dei de cara com uma das suas últimas crônicas, em que consegue combinar doçura, humor e maturidade para falar de seu pai, uma figura curiosa, talentosa e às vezes excêntrica, que eu também conheci em Lins.

Convido-os à leitura de Serginho, começando pela crônica Histórias do meu pai:

Meu pai morreu com 63 anos. Eu tinha 33 e achava que ele era um velho. Velho e assanhado. Tinha muitas brigas com ele.


(Leia a íntegra, clicando em NOVAS CRÔNICAS, no site do Sérgio Antunes)
.

Nenhum comentário: