17 novembro 2006

RAPIDINHAS DE SEXTA-FEIRA


Voltando ao ritmo na academia, depois de longos dias parado, cuidando de lesão muscular que ganhei na mesma academia, em momentos de imprudente empolgação. Não foi a primeira vez...

A primeira vez que o tempo se mostrou animador nas últimas semanas foi na quarta, sem ameaças de chuvas (melhor ainda quinta e sexta, com sol). Finalmente um dia bonito, com rolé de moto e escala no parquinho Nicolândia, no Parque da Cidade. Pra levar o netinho? Não! Desta vez, pra levar Leidi, my baby, que se divertiu. Ou melhor, quase, porque saí com destino ao Parque Olhos D’água. Logo, levei apenas documentos, cartão de crédito e dinheiro para a água de coco. No caminho Baby quis ir ao outro parque... Ora, parque não aceita cartão de crédito... o dinheiro que sobrou no bolso não deu para o algodão doce que ela queria nem para uma volta no cavalinho... rsss. Sorry... Foi mal.

Foi bem, muito bem, o projeto da Luiza, agora convocada para a arguição sobre a futura pesquisa, Ela virá ao Brasil dentro de semanas. Caminha para sua segunda pós em nível de mestrado. Parabéns!! Essa menina vai longe... A propósito, suas bichanas estão muito bem. Disseram-me que querem ver fotos de sua nova residência envidraçada, com vista para o outono norte-americano no bosque ao lado da casa...

Ao lado da minha casa, eventos e novidades. Feirão de carros novos e seminovos neste FDS será ali na esquina. Mas a maior novidade é um hipermercado!! As estruturas da construção do novo Carrefour já estão prontas. Dentro de meses, minha quadra terá o segundo hiper, enfrente o concorrente (Extra). Os dois maiores do DF aqui ao lado, quem diria!! Quando me mudei aqui, há uns 13 anos, nem a iluminação pública da superquadra estava concluída. Hoje, num raio de 500 metros de casa, tem escolas superiores, hospitais, restaurantes, padarias, farmácias, concessionária Chevrolet, delegacia de polícia, corpo de bombeiros e parquinho infantil. Tudo isso, sem perturbar o sossego e o meio ambiente. As crianças brincam nas ruas e os beija-flores, sabiás e periquitos brincam nas árvores e jardins. A central de tecnologia do Banco do Brasil também está aqui ao lado, onde trabalham alguns milhares de funcionários em três turnos...

No turno da noite sempre vai bem uma boa pizza. Tarado que sou por pizza, às vezes me queixo de certas pizzarias do DF. Aliás, são falsas pizzarias, porque há muito amadorismo e improvisação por aqui... Mas nesta semana fui premiado com uma pizza tal qual as melhores da capital paulista, onde se faz a melhor pizza do Brasil. Para quem prefere esse padrão, em lugar das péssimas imitações que rolam por aí, a dica é Babbo. Fica na 213 norte, bloco B.

B é tudo de bom... e barzinho bom é Beirute, principalmente em dia de happy hour com suas esfirras, quibes, malfuk e boa cervejinha. De brinde, a diversão de ver a fauna do Planalto animando o velho Beiras... É pra lá que vou logo mais.

Bom FDS a todos!!!
.

Nenhum comentário: