24 agosto 2006

O QUE ROLA POR AQUI...

.
A MÍDIA começa a intensificar as referências ao atentado de 11 de setembro, com a aproximação de mais um aniversário da tragédia das torres gêmeas, no EUA. Então, me lembro daquela manhã em que eu fazia minha aeróbica na esteira, lá na Academia, com TV ligada. Notei que havia edições extraordinárias do Jornal Nacional, aviões, explosões... Depois, Isac – o instrutor da academia – explicava melhor de que se tratava... Hoje, para mim, essa lembrança serve, sobretudo, para duas coisas: 1) ter consciência de que o terrorismo tornou-se uma realidade sem fronteiras, que transforma e ameaça a vida contemporânea; 2) o quê? Isso foi em 2001, ou seja, faz 5 (cinco!!) anos que eu estou ralando na academia!! Nem eu acredito...

NO ÚLTIMO final de semana, fiz uma viagem de moto, quase igual a tantas outras. A diferença é que, nesta vez, rodei mais de 300 km com garupa para ir e outros tantos para voltar. Parece nada, mas viajar de moto com garupa é parada dura... Não é pra qualquer moto nem pra qualquer garupa. No meu caso, a garupa era estreante. Ou seja, a bundinha dela estreava nas estradas... Tudo bem, foi e voltou inteira (ou melhor, quase...). Mas a princesinha jurou que nunca mais viaja em garupa de moto, rsss....

LUIZA, minha amiga de outra galáxia (mas vive nesta mesma), acaba de se instalar no EUA, em nova missão de trabalho. Levou bagagem pra alguns anos e deixou saudades e boas lembranças. Mas deixou, também, IOS e CHIOS. Não, não são ilhas gregas. São duas gatas negras, mimadas e superdotadas que não puderam seguir. Alô Luiza: suas bichanas estão bem. Pelo menos aparentemente, né... não pude saber sobre seus sentimentos íntimos... Acho que ainda vão se acostumar melhor com o novo ambiente.

Com o início do HORÁRIO ELEITORAL GRATUITO alguma coisa sempre muda no cotidiano das pessoas. No meu caso, mudou o humor... É inevitável ver ou ouvir trechos da propaganda política, seja nas salas de espera, nas TVs ligadas em lojas, em casa, etc... Bem, nunca se viu tantos candidatos apresentando-se com o título de “pastor”, "apóstolo" e outras credenciais do gênero... Tem pastor pra todos os credos, doutrinas e latrinas... Há pouco tempo, o jornal informava que um desses pastores-políticos era acusado de espancar várias pessoas. Outro, suspeito de mandar matar alguém... Ouvi dizer que tem um tal Pastor Fodão, "que conta com sua fé e seu voto". No “entorno” de Brasília, dizem que há outro candidato que se apresenta como Pastor Rei-do-Funk. Tem também o Pastor Bad Boy. Talvez haja algum Pastor Três-Oitão... ou Pastor Rala-e-Rola... Cada eleitorado tem os políticos que merece... Ninguém merece...

.

Nenhum comentário: